Liturgia Diaria | Acompanhe a Liturgia
Buscar Liturgia:
Liturgia Diária09.01.2014
1º Leitura: Salmo: Evangelho:
1 João 4,19-21 5,1-4 Salmos 71, 1 - 2 71, 14 - 14 71, 15 - 15 71, 17 - 17 Lucas 4,14-22
Dia: 09.01.2014
1º Leitura: 1 João 4,19-21 5,1-4

SEMANA DA EPIFANIA
(branco, pref. da Epifania ou do Natal - ofício do dia)

Leitura do primeiro livro de 1 João – Naqueles dias, 19Mas amamos, porque Deus nos amou primeiro.20Se alguém disser: Amo a Deus, mas odeia seu irmão, é mentiroso. Porque aquele que não ama seu irmão, a quem vê, é incapaz de amar a Deus, a quem não vê.21Temos de Deus este mandamento: o que amar a Deus, ame também a seu irmão.1Todo o que crê que Jesus é o Cristo, nasceu de Deus; e todo o que ama aquele que o gerou, ama também aquele que dele foi gerado.2Nisto conhecemos que amamos os filhos de Deus: se amamos a Deus e guardamos os seus mandamentos.3Eis o amor de Deus: que guardemos seus mandamentos. E seus mandamentos não são penosos,4porque todo o que nasceu de Deus vence o mundo. E esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé.
- Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial: Salmos 71, 1 - 2 71, 14 - 14 71, 15 - 15 71, 17 - 17

As nações de toda a terra, hão de adorar-vos, ó Senhor!

1. Dai ao Rei vossos poderes, Senhor Deus, vossa justiça ao descendente da realeza! Com justiça ele governe o vosso povo, com equidade ele julgue os vossos pobres. -R.

2. Há de livrá-los da violência e opressão, pois vale muito o sangue deles a seus olhos! Hão de rezar também por ele sem cessar, bendizê-lo e honrá-lo cada dia. -R.

3. Seja bendito o seu nome para sempre! E que dure como o sol sua memória! Todos os povos serão nele abençoados, todas as gentes cantarão o seu louvor. -R.

Evangelho: Lucas 4,14-22

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, segundo Lucas – Naquele tempo, 14Jesus então, cheio da força do Espírito, voltou para a Galiléia. E a sua fama divulgou-se por toda a região.15Ele ensinava nas sinagogas e era aclamado por todos.16Dirigiu-se a Nazaré, onde se havia criado. Entrou na sinagoga em dia de sábado, segundo o seu costume, e levantou-se para ler.17Foi-lhe dado o livro do profeta Isaías. Desenrolando o livro, escolheu a passagem onde está escrito (61,1s.):18O Espírito do Senhor está sobre mim, porque me ungiu; e enviou-me para anunciar a boa nova aos pobres, para sarar os contritos de coração,19para anunciar aos cativos a redenção, aos cegos a restauração da vista, para pôr em liberdade os cativos, para publicar o ano da graça do Senhor.20E enrolando o livro, deu-o ao ministro e sentou-se; todos quantos estavam na sinagoga tinham os olhos fixos nele.21Ele começou a dizer-lhes: Hoje se cumpriu este oráculo que vós acabais de ouvir.22Todos lhe davam testemunho e se admiravam das palavras de graça, que procediam da sua boca, e diziam: Não é este o filho de José?
- Palavra da Salvação

Ver Liturgia de outras Datas

Evangelho
Mateus 13,24-43

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, segundo Mateus – Naquele tempo, 24Jesus propôs-lhes outra parábola: O Reino dos céus é semelhante a um homem que tinha semeado boa semente em seu campo.25Na hora, porém, em que os homens repousavam, veio o seu inimigo, semeou joio no meio do trigo e partiu.26O trigo cresceu e deu fruto, mas apareceu também o joio.27Os servidores do pai de família vieram e disseram-lhe: - Senhor, não semeaste bom trigo em teu campo? Donde vem, pois, o joio?28Disse-lhes ele: - Foi um inimigo que fez isto! Replicaram-lhe: - Queres que vamos e o arranquemos?29- Não, disse ele; arrancando o joio, arriscais a tirar também o trigo.30Deixai-os crescer juntos até a colheita. No tempo da colheita, direi aos ceifadores: arrancai primeiro o joio e atai-o em feixes para o queimar. Recolhei depois o trigo no meu celeiro.31Em seguida, propôs-lhes outra parábola: O Reino dos céus é comparado a um grão de mostarda que um homem toma e semeia em seu campo.32É esta a menor de todas as sementes, mas, quando cresce, torna-se um arbusto maior que todas as hortaliças, de sorte que os pássaros vêm aninhar-se em seus ramos.33Disse-lhes, por fim, esta outra parábola. O Reino dos céus é comparado ao fermento que uma mulher toma e mistura em três medidas de farinha e que faz fermentar toda a massa.34Tudo isto disse Jesus à multidão em forma de parábola. De outro modo não lhe falava,35para que se cumprisse a profecia: Abrirei a boca para ensinar em parábolas; revelarei coisas ocultas desde a criação (Sl 77,2).36Então despediu a multidão. Em seguida, entrou de novo na casa e seus discípulos agruparam-se ao redor dele para perguntar-lhe: Explica-nos a parábola do joio no campo.37Jesus respondeu: O que semeia a boa semente é o Filho do Homem.38O campo é o mundo. A boa semente são os filhos do Reino. O joio são os filhos do Maligno.39O inimigo, que o semeia, é o demônio. A colheita é o fim do mundo. Os ceifadores são os anjos.40E assim como se recolhe o joio para jogá-lo no fogo, assim será no fim do mundo.41O Filho do Homem enviará seus anjos, que retirarão de seu Reino todos os escândalos e todos os que fazem o mal42e os lançarão na fornalha ardente, onde haverá choro e ranger de dentes.43Então, no Reino de seu Pai, os justos resplandecerão como o sol. Aquele que tem ouvidos, ouça.
- Palavra da Salvação

Receba nossa newsletter

 

     

Banner

Banner

Catolicanet - Tel: 55 (0xx) 11 5660-6800
Atendimento disponível das 08:00 às 12:00 e das 13:00 às 17:00hs,
exceto Sábados, Domingos e Feriados.

Sobre a Catolicanet Imprensa Contato Política de Privacidade

2017 - Todos os direitos reservados - www.catolicanet.com.br Desenvolvido por: Grupo O.F.